quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Nisa - PR2 - Descobrindo o Tejo

Hoje não venho falar sobre corrida, venho relatar um passeio que fiz por terras de Nisa seguindo o percurso pedestre PR2 - Descobrindo o Tejo...
Já não é o primeiro percurso deste tipo que faço e espero continuar a conhecer o nosso Portugal, vilas, aldeias, serras, etc desta maneira tão natural como é caminhar. E claro, é sempre bom para descontrair as pernas da corrida...

Então hoje como tinha o dia livre e a Carla também programamos um passeio para a tarde. Preparamos a mochila, roupa confortável e lá fomos nós em direcção à aldeia do Chão da Velha onde começaria o percurso.



À chegada à aldeia, a fotografia da praxe à placa...Mais umas centenas de metros e chegámos à escola primária onde se encontrava o placard informativo.


Procuramos as primeiras marcas e seguimos caminho descendo a Rua Principal da aldeia.


...onde podemos apreciar o casario local onde se misturam casas já antigas e algo degradadas e casas mais recentes ou remodeladas. Certo é que muitas delas apresentam as típicas chaminés alentejanas.


Continuamos a descer e entramos no caminho de terra batida... Olhamos para trás e já vemos a aldeia distante...


Apesar de algumas marcas já precisarem de uma nova pintura o percurso encontra-se bem sinalizado...


Atravessamos o eucaliptal e começamos a avistar o rio Tejo. Na foto pode ver-se um comboio que circulava na linha, na margem norte, no momento em que chegamos ao local. Pode também ver-se na zona inferior da foto um daqueles placards informativos, que se encontrava tombado no chão. É importante que os percursos tenham algum tipo de manutenção, senão a degradação é inevitável...


Foi nesta altura em que eu me encontrava a tirar a foto que a Carla avistou um veado que passou a uns 100m de nós! Quando olhei para a esquerda já não vi nada, grrr! Um veado no Alentejo! Nem sabia que existiam veados no Alentejo, mas pelos vistos parece que sim...

Começamos a descer em direcção ao rio por um trilho de pé posto, em zigue-zague...


Fomo-nos aproximando do rio e contemplando o seu espelho de água...



Chegados à margem do Tejo encontramos um pequeno parque de merendas, mais um placard informativo e um pequeno cais...




Aproveitamos o parque de merendas para reabastecer e ganhar forças para a subida que se iniciava de seguida... No início a subida tem um declive acentuado, depois vai aligeirando até chegarmos a uma Eira que ainda deve ser utilizada pela população local...



Seguimos mais uns metros aproximando-nos da aldeia novamente...


...onde encontramos a Fonte de Chão da Velha onde nos pudemos refrescar.


Continuamos mais uns metros e estávamos de novo ao pé da escola primária onde tínhamos começado o percurso.


Início/Fim do Percurso: Chão da Velha

Grau de dificuldade: Fácil (3/10)

Distância anunciada: 4,25km
Distância realizada: 4,19km

Duração anunciada: 1h30
Duração efectiva: 1h20

Ganho de elevação: 204m
Perda de elevação: 206m

Track GPS do percurso

Sem comentários:

Publicar um comentário